sábado, 29 de junho de 2013

Solidão

Queria compartilhar o que descobri recentemente. É algo muito cantado, proseado e parafraseado por grandes autores, teóricos e leigos, mas, que para mim, é novo: o ser humano necessita da companhia de um outro indivíduo. A falta do outro causa um incômodo que às vezes nos faz chorar sem entender o porquê. A essa falta da qual me refiro vou chamar de solidão. E o que não é essa solidão se não estar em meio a uma multidão e ao mesmo tempo se sentir sozinho, como um grão de areia em meio a imensidão do oceano?

Agora entendo, apesar de não concordar, porque muitas pessoas preferem sofrer ao lado de alguém do que buscar sua felicidade emocional sozinhas: seguir sozinho não é bom! Estar só não é fácil! Acredito que alguns lidam melhor com essa emoção, mas outros não. Sei que o ser humano precisa experimentar de todos os sentimentos e sensações, mas não estamos preparados para a solidão, na verdade não estamos preparados para nada que nos cause dor, e como esse sentimento dói!

É difícil não ter alguém com quem partilhar nossos medos, realizações, desejos e alegrias. Não ter alguém para assistir um filme a dois debaixo de um edredom nos dias frios. Alguém com quem conversar antes de dormir. Ou ainda, alguém para ter as famosas DR's (Discussões de Relacionamento) que acabam dando um charme em qualquer relacionamento.

Alguns poderiam dizer que a amizade cumpre esse papel do alguém, mas não concordo com essa afirmativa. Claro, que as amizades nos preenchem de uma forma espetacular, mas não se compara ao carinho e ao chamego que encontramos num/a parceiro/a. Sem contar com os sentimentos envolvidos numa relação amorosa que não se manifestam numa relação de amizade pura e simples.

Sei que todos viveram, vivem ou viverão experiências de solidão, mas não é fácil e acredito que nunca será, mas como tudo na vida: é apenas mais uma oportunidade de crescimento como ser humano. E tudo que nos faz mudar e amadurecer, no mínimo, incomoda, mas que é ruim ninguém pode negar.

Que seja o mais breve possível essa experiência para mim e todos que vivem esse momento.

Um abço a tod@s
Por Priscila Messias
Postar um comentário